Pular para o conteúdo principal

O Coelho e a Tartaruga

Certo dia um Coelho zombou das pernas curtas e do passo lento da Tartaruga, que respondeu, sorrindo:

- Embora você seja rápido como o vento, vencerei você numa corrida.

O Coelho, acreditando ser simplesmente impossível a declaração da Tartaruga, aceitou o desafio; concordaram que a Raposa deveria escolher o roteiro e determinar onde seria a chegada.

No dia da corrida, os dois começaram juntos.

A Tartaruga nem por um momento parou, antes, prosseguiu num passo lento, mas constante até o final da pista.

O Coelho deitou-se à beira do caminho e adormeceu depressa.

Tendo finalmente acordado, moveu-se tão depressa quanto pôde, e viu a Tartaruga que, tento atravessado a linha de chegada, estava confortavelmente cochilando depois de sua fatigante corrida.

--------
O lento, mas constante, é o que vence a corrida.

Comentários

  1. É uma ótima história,uma ótima fábula gostei muito 👍👍👍

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico contente em saber. Muito obrigado por tomar tempo para postar seu comentário! :-)

      Excluir
    2. Linda a fábula e engraçado pq o coelho perdeu

      Excluir
    3. Muito obrigado por tomar tempo pra um comentário. Fico contente que tenha gostado da tradução. :-)

      Excluir
    4. Gostei muito, na versão que costumo ouvir, e a lebre e a tartaruga, e essa versão é bem parecida com a que costumo ouvir...

      Mesmo assim a fábula ficou ótima... Ficou muito legal!!! Escreva mais histórias assim...

      Excluir
    5. Seu comentário é muito apreciado! Obrigado pelo incentivo para mais traduções de fábulas. :-)

      Excluir
  2. Achei legal fiquei contente pq eu precisava fazer a lição de casa e tava procurando uma fabufá e achei aqui obrigado por ter mim ajudado e gostei muito da tradução

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito prazer em ler sua mensagem e em saber que a tradução foi útil. :-)

      Excluir
  3. qual é a moral da história realmente

    ResponderExcluir
  4. Tava fazendo meu dever de casa e a fábula ajudou me muito, eu sei que foi parecido a um comentário já enviado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz em ler seu comentário! A maior recompensa é ser útil. ;-)

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado por enviar seu comentário!

Postagens mais visitadas deste blog

O Lobo e o Cordeiro

Um LOBO, ao encontrar um Cordeiro desgarrado do rebanho, decidiu, ao invés de deitar mãos violentas sobre ele, encontrar alguma razão para justificar ao Cordeiro seu direito de comê-lo. Então ele lhe disse:

- Seu tratante, você me insultou rudemente no ano passado.

- Como? - redarguiu o Cordeiro num tom choroso de voz - eu não havia nascido ainda.

O Lobo então disse:

- Você pastou em meus campos.

- Não, bom senhor, - respondeu o Cordeiro - ainda não senti o gosto de grama.

Novamente o Lobo disse:

- Você bebeu água de meu poço.

- Não, - exclamou o Cordeiro - eu nunca bebi água, pois o leite de minha mãe é para mim tanto comida quanto bebida.

Após isso, Lobo agarrou e comeu o Cordeiro, dizendo:

- Bem! Não vou ficar sem minha ceia, embora você refute cada uma de minhas acusações.

Moral: O tirano sempre encontrará pretexto para sua tirania.

O homem e o leão

Um homem e um leão viajavam juntos pela floresta. Cada um começou a se gabar de sua própria superioridade em força e coragem.

Enquanto discutiam, eles passaram por uma estátua esculpida na pedra que retratava "um leão estrangulado por um homem".

O viajante apontou para a estátua e disse: "Veja quão fortes nos somos e como prevalecemos mesmo sobre o rei dos animais".  

O leão respondeu: "Essa estátua foi feita por um homem. Se nós leões soubéssemos como erigir estátuas você veria o homem colocado debaixo da pata do leão". 

Uma história é boa até que outra é contada. 


--------------------
English text.

The man and the lion

A man and a lion traveled together through the forest. They soon began to boast of their respective superiority to each other in strength an prowess.

As they were disputing, they passed a statue carved in stone, which represented "a lion strangled by a man".

The traveler pointed to it and said: "See there!  How strong we are, an…