17/11/2011

O Morcego e as Doninhas

Um MORCEGO que caiu no chão e foi apanhado por uma Doninha suplicou que sua vida fosse poupada. A Doninha negou, dizendo que ela, por natureza, era inimiga de todos os pássaros.

O morcego assegurou que não era um pássaro, mas sim um rato, e então foi libertado.

Logo depois o Morcego novamente caiu ao solo e foi capturado por outra Doninha a quem, do mesmo modo, suplicou para não ser comido. A Doninha disse que tinha especial hostilidade contra camundongos.

O Morcego garantiu à Doninha que ele não era um rato, mas sim um Morcego e pela segunda vez escapou.


Moral: É sábio converter circunstâncias em benefício próprio. 


*Tradução: Wisley Vilela