17/11/2011

O Lobo e o Cordeiro

Um LOBO, ao encontrar um Cordeiro desgarrado do rebanho, decidiu, ao invés de deitar mãos violentas sobre ele, encontrar alguma razão para justificar ao Cordeiro seu direito de comê-lo. Então ele lhe disse:

- Seu tratante, você me insultou rudemente no ano passado.

- Como? - redarguiu o Cordeiro num tom choroso de voz - eu não havia nascido ainda.

O Lobo então disse:

- Você pastou em meus campos.

- Não, bom senhor, - respondeu o Cordeiro - ainda não senti o gosto de grama.

Novamente o Lobo disse:

- Você bebeu água de meu poço.

- Não, - exclamou o Cordeiro - eu nunca bebi água, pois o leite de minha mãe é para mim tanto comida quanto bebida.

Após isso, Lobo agarrou e comeu o Cordeiro, dizendo:

- Bem! Não vou ficar sem minha ceia, embora você refute cada uma de minhas acusações.

Moral: O tirano sempre encontrará pretexto para sua tirania.